Após pressão de Marina, Bolsonaro volta atrás e diz que não acabará com Ministério do Meio Ambiente


A fusão de Agricultura e Meio Ambiente foi reavaliada depois que setores do agronegócio e ambientalistas fizeram alertas sobre o impacto da proposta. Os primeiros reconhecem possíveis prejuízos em negociações internacionais, que levam em conta práticas ambientais dos países exportadores, enquanto o segundo grupo liderado pela ex-senadora Marina Silva (Rede), entende que a medida prejudica o controle do desmatamento. A união das duas pastas faria parte do plano para reduzir de 29 para 15 o número de ministérios.


Embora ainda esteja na liderança da corrida presidencial, a campanha de Jair Bolsonaro, do PSL, está sofrendo com as consecutivas quedas nas pesquisas, uma diferença hoje de 12 pontos com seu oponente Fernando Haddad, do PT, segundo último levantamento realizado pelo Ibope.

Com informações de O Globo

Mais lidas da semana 🔥

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Emmanuel Macron está de olho em Marina Silva pela 2ª vez

Brian May diz que Freddie Mercury perdeu parte do pé

Os dez figurinos mais caros da história do cinema

Homem atira na ex-mulher e contra si dentro de ônibus em Lages

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada

Mulher "viciada" em silicone e bronzeamento artificial fica irreconhecível

Uma noite de 'MasterChef' com JB, o crítico mais crítico da gastronomia