Deivison Kellrs, da banda Torpedo, morre de câncer aos 30 anos


Faleceu neste domingo (19) o cantor de brega Deivison Kellrs, de 30 anos, conhecido por fazer parte da Banda Torpedo. A informação foi confirmada pela assessoria do grupo, que apontou que Deivison estava internado desde o dia 4 de agosto devido a um câncer no fígado.


Ainda segundo a assessoria da banda, neste domingo (19), o cantor teve uma diminuição dos batimentos cardíacos e as equipes médicas não conseguiram reanimá-lo.

Nascido em 21 de abril de 1988, Deivison havia trabalhado como garçom antes de entrar para o mundo da música. Depois de passar por algumas bandas de brega, entrou na Torpedo em 2012.

Após o diagnóstico de câncer, o cantor recebeu o apoio de outros artistas pernambucanos, que fizeram shows beneficentes para ajudar a pagar o tratamento.


Ao longo dos últimos meses, os fãs vinham se referindo a Kellrs frequentemente como ''guerreiro''. Cada postagem nas redes sociais recebia milhares de interações – apenas no Instagram, o cantor de brega tinha quase 600 mil seguidores.
Em 2013, o artista participou do quadro ''É Pipoco'', do NE1 afiliada da Globo, falando sobre o sucesso da banda.


O velório do cantor Deivison será realizado nesta segunda-feira (20), na Câmara dos Vereadores do Recife. Será uma oportunidade para os fãs, amigos e familiares do vocalista prestarem uma última homenagem. O enterro acontecerá no Cemitério de Santo Amaro, região central do Recife.

Mais lidas da semana 🔥

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Emmanuel Macron está de olho em Marina Silva pela 2ª vez

Brian May diz que Freddie Mercury perdeu parte do pé

Os dez figurinos mais caros da história do cinema

Homem atira na ex-mulher e contra si dentro de ônibus em Lages

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Após pressão de Marina, Bolsonaro volta atrás e diz que não acabará com Ministério do Meio Ambiente

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada

Mulher "viciada" em silicone e bronzeamento artificial fica irreconhecível

Uma noite de 'MasterChef' com JB, o crítico mais crítico da gastronomia