Artistas globais se unem em grupo contra Temer

O artista Marcelo Serrado avisou, quando eclodiram os áudios de Joesley Batista que comprometiam tanto Aécio Neves quanto Michel Temer: ''Não tenho bandido de estimação''. O ator, um dos mais fervorosos defensores do impeachment de Dilma Rousseff entre a classe artística, que de modo geral viu o processo como golpe, se juntou aos colegas do outro espectro ideológico para pedir a saída de Temer do poder. É o que se vê nas fotos do primeiro encontro de Temer Jamais, grupo nascido na noite da última quarta-feira, 1º, na casa da empresária Paula Lavigne, mulher de Caetano Veloso, que no último domingo liderou um show na Praia de Copacabana, no Rio, pedindo eleições diretas para que se escolha logo um novo ocupante para a cadeira da Presidência.


Serrado é o ''coxinha'' mais notório nos registros do encontro – para usar um termo que vem sendo atribuído a ele nas caixas de comentários das redes sociais de integrantes do grupo, mesmo lugar onde petistas são tachados de ''mortadela''. Mas, de acordo com artistas que participaram da reunião, há opiniões muito diferentes dentro da turma. ''Mesmo com todas as nossas diferenças de pensamentos, provamos que podemos dialogar e nos respeitar uns aos outros. Isso é democracia'', escreveu Letícia Sabatella, que aparece no colo de Caetano nas fotos, em seu perfil no Instagram.


A também atriz Paula Burlamaqui foi pelo mesmo caminho: ''Decidimos que devemos deixar nossas diferenças de lado e pensar que país que nós queremos para o futuro. É hora de nos unirmos por aquilo que temos em comum que é ver Temer cassado no próximo dia 6 de junho para que possamos dar os próximos passos rumo a um Brasil melhor #temerjamais'', escreveu no próprio perfil.
Na foto, veem-se, entre outros, as atrizes Gloria Pires, Camila Pitanga, Elisa Lucinda, Maria Padilha e Leona Cavalli, os atores Wagner Moura, Gabriel Leone e Marcos Caruso e os músicos Leoni e Tico Santa Cruz.

Mais lidas da semana 🔥

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

Deivison Kellrs, da banda Torpedo, morre de câncer aos 30 anos

Julgamento das Bruxas de Salem: 7 fatos para entender o acontecimento

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix