''Não há preço que pague a humilhação que passei'', diz morador de rua agredido

O morador de rua Samir Ali Ahmed Sati, 40 anos, agredido por um guarda civil metropolitano na quarta-feira (3) na região sul de São Paulo, disse em entrevista que amanheceu com dores no braço e revelou um pedido de desculpas do prefeito João Doria Jr. (PSDB), mas garantiu que ''não há preço que pague'' a humilhação pela qual passou.


''Estou com um pouco de dor. O braço está doendo. Eu fui fazer uma compra de uns descartáveis e quando voltei me deparei com os policiais e a fiscalização da prefeitura. Falei que os pertences eram meus e eles perguntaram se eu tinha como comprovar a origem. Falei que não tinha como comprovar porque não posso andar com tanta nota fiscal'', afirmou.

''Eu conversei diretamente com o prefeito pelo telefone. Ele pediu desculpas, disse que vai fazer o quer puder para ajudar, mas não há preço que pague a humilhação que eu passei'', completou.

Punho quebrado

Samir teve o punho quebrado e todos os bens, como roupas, calçados, celular e alimentos, recolhidos – nada foi devolvido até agora. A agressão foi filmada por um estudante de jornalismo que passava pela região.


''Falei [para o guarda] que não tinha necessidade de chegar com tanta ignorância, e quando falei isso o cara ficou alto [bravo]. Me mandou encostar na parede, me empurrou, me chutou, me bateu. Foi um abuso de autoridade enorme'', disse Samir.

O morador de rua vai ter de ficar 120 dias com o punho engessado e depois terá de passar por cirurgia.

A Corregedoria da Guarda Civil Metropolitana (GCM) diz que o agente envolvido diretamente no caso foi afastado por tempo indeterminado.


O prefeito da cidade publicou em suas redes sociais, nesta quinta-feira (4), um vídeo falando sobre o ocorrido:

Mais lidas da semana 🔥

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Noiva com alopecia emociona convidados com sua confiança

'Adoraria ouvir conselhos dela', diz Príncipe William sobre a mãe

Estudante é punido pela escola após raspar cabeça para ação de caridade

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Aos 117 anos, jamaicana Violet Brown se torna pessoa mais velha do mundo

Mulher morre após carro explodir em posto de gasolina no Rio