Indignado, Príncipe William compara assédios sofridos por Kate e Diana

Com uma experiência de vida amarga em relação aos paparazzi, Príncipe William depôs contra fotógrafos e editores da mídia francesa no julgamento relacionado à publicação de fotos de topless de sua esposa, Kate Middleton, Duquesa de Cambridge. Sua participação foi por meio de uma carta, lida pelo advogado do casal britânico, Jean Veil.


''A decisão chocante de publicar as fotos é ainda mais dolorosa dado o que ocorreu com minha mãe. Esse incidente nos lembra do assédio que levou à morte de minha mãe, Diana, Princesa de Gales'', escreveu.

Diana Frances Spencer morreu em um acidente de carro em 31 de agosto de 1997, em Paris. O veículo em que estava com o namorado, Dodi Al-Fayed, bateu violentamente dentro de um túnel enquanto o motorista tentava fugir de paparazzi que os seguiam de carro e moto.

As fotos de Kate a que William se refere foram feitas com lentes de longo alcance, ou seja, eles não tinham ideia de que alguém os estivesse observando, e publicadas na revista Closer em 2012.

''Minha esposa e eu pensamos que poderíamos ir à França por alguns dias, em uma vila particular de um membro de minha família, para aproveitar um pouco de privacidade. Conhecemos a França e os franceses, e sabemos que eles são, por princípio, respeitosos em relação à vida privada de todos, inclusive de seus convidados''.

William e Kate reivindicam o pagamento de 1,5 milhão de euros pela invasão de privacidade, classificada pelo advogado como ''um transtorno significativo''.

O veredito sairá no dia 4 de julho deste ano.


Mais lidas da semana 🔥

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

Deivison Kellrs, da banda Torpedo, morre de câncer aos 30 anos

Julgamento das Bruxas de Salem: 7 fatos para entender o acontecimento

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix