Conta de luz fica mais barata em junho, diz Aneel

As contas de luz ficarão mais baratas em junho por causa da volta da bandeira tarifária verde. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por causa do aumento do nível dos reservatórios. Com isso, a tarifa de energia deixará de ter cobrança adicional pelo uso das usinas termelétricas, que está em vigor há três meses.


O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o país para tomar uma decisão. O aumento das chuvas em maio levou a uma recuperação dos níveis das represas das hidrelétricas, contribuindo para a redução do custo da energia. A diminuição do consumo também contribuiu para a revisão da bandeira tarifária.


De acordo com a Aneel, o custo da usina termelétrica mais cara a ser acionada no mês que vem será de 155,85 reais por megawatt-hora (MWh). A bandeira verde é acionada quando a energia gerada por elas fica abaixo de 211,28 reais por MWh.

A cobrança extra está em vigor desde março deste ano, quando foi instituída a bandeira amarela. Essa classificação adiciona uma taxa de 2,00 reais para cada 100 quilowatt-hora consumidos. Nos meses de abril e maio, vigorou a bandeira vermelha, em seu primeiro nível, o que adicionava uma taxa de 3,00 reais a cada 100 kWh.

Mais lidas da semana 🔥

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

Noiva com alopecia emociona convidados com sua confiança

Mulher morre após carro explodir em posto de gasolina no Rio

Eliana faz cerclagem uterina: entenda o que é o procedimento

Escolas iniciam 'caça à baleia azul'; fique atento aos sinais