Aécio Neves tentou barrar Lava Jato, mostra gravação de Joesley Batista

Alvo de um pedido de prisão negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece em uma das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS S.A. e delator premiado, dizendo ''trabalhar igual um louco'' em tentativas de anistiar o caixa dois no Congresso e fala de estratégias para obstruir a Operação Lava Jato no Ministério da Justiça. O conteúdo do diálogo foi antecipado pelo site BuzzFeed nesta quinta-feira (18).


Em outra gravação feita por Joesley, revelada ontem pelo jornal O Globo, Aécio pede 2 milhões de reais ao empresário sob a justificativa de custear sua defesa na Lava Jato. Nesta quinta-feira, Andréa Neves e Frederico Pacheco de Medeiros, irmã e primo de Aécio, também citados na delação da JBS, foram presos pela Polícia Federal (PF). O senador se licenciou da presidência do PSDB.


Veja abaixo o diálogo entre Aécio Neves e Joesley Batista sobre caixa dois e obstrução da Lava Jato:


Mais lidas da semana 🔥

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Marina Silva é a 1ª presidenciável a usar blockchain em financiamento de campanha

Legado de Amy Winehouse influencia cantores e impressiona especialistas

Criado por atrizes, conheça três coisas utilizadas até hoje

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia