Projeto espalha comedouros para animais de rua em cidade do interior de São Paulo

Muitos cães e gatos vivem nas ruas de praticamente todas as cidades do Brasil, sofrendo com a fome, a sede e o abandono. Para tentar amenizar pelo menos um pouco o sofrimento dos bichinhos, foi lançado no mês passado em Americana, cidade do interior de São Paulo, o projeto ''AlimentaCão''.

O plano é instalar "comedouros e bebedouros" feitos com cano PVC pelas ruas da cidade para que os animais possam saciar a sede e a fome a qualquer hora do dia.


Quem idealizou o projeto, 'inicialmente sem recursos públicos', foi o vereador Guilherme Tiosso. "O Programa é financiado por empresas e pessoas que de forma voluntária queiram colaborar. Cada ponto tem o custo de R$ 80", explica Ricardo Nascimento, assessor do vereador e colaborador do projeto.

Ele também explicou que pessoas interessadas na causa podem virar tutores de um ponto, e assim ficariam responsáveis pela manutenção do espaço: "Mas é importante falar que a população também ajuda. A vizinhança colabora com os tutores com doações de rações, trocas de água e manutenção. É tudo trabalho voluntário. Ninguém é obrigado. Nós temos um cadastro e vamos acompanhando tudo de perto. Se alguém não puder mais ajudar, eles nos avisam e nós procuramos outra pessoa".


Atualmente a cidade já tem três pontos do ''AlimentaCão'', mas outros 15 já estão prontos e sendo preparados para serem colocados nas ruas nessa e na próxima semana. "A nossa ideia é instalar pelo menos uns 100 pontos pela cidade. Isso ajudaria bastante os animais abandonados, que são muitos aqui em Americana", falou Ricardo.

Ele também disse que a ideia já está chegando nas cidades vizinhas. Segundo ele, já existem pedidos de comedouros para Nova Odessa e Santa Bárbara D'Oeste: "Provavelmente isso vai se espalhar pela região".

Mais lidas da semana 🔥

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Marina Silva é a 1ª presidenciável a usar blockchain em financiamento de campanha

Legado de Amy Winehouse influencia cantores e impressiona especialistas

Criado por atrizes, conheça três coisas utilizadas até hoje

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia