Negação é quase regra entre os políticos que serão investigados pelo STF


Após as delações no âmbito da Operação Lava Jato, o Cultura Coletiva analisou as notas divulgadas por 72 dos 98 políticos citados; o restante não se pronunciou.

As palavras "não", "nunca" e "jamais", por exemplo, são citadas por mais de 70% dos investigados.

Entre as justificativas, são comuns expressões como "tenho minha consciência tranquila", "estou à disposição da Justiça" e "segui a legislação".

Os políticos ainda garantem que pensaram nos interesses coletivos e reclamam do fato de não terem acesso às denúncias contra eles.


Mais lidas da semana 🔥

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Marina Silva é a 1ª presidenciável a usar blockchain em financiamento de campanha

Legado de Amy Winehouse influencia cantores e impressiona especialistas

Criado por atrizes, conheça três coisas utilizadas até hoje

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia