Morre aos 117 anos a mulher mais velha do mundo


* Na imagem, Emma Morano apaga as velas de seu bolo de aniversário durante comemoração de seus 117 anos, em Verbania, Itália (29.11.16)

A italiana Emma Morano, conhecida como a mulher mais velha do mundo, morreu neste sábado 15, em sua casa em Verbania (norte), aos 117 anos, segundo a imprensa local.

"Ela teve uma vida extraordinária e sempre nos recordaremos de sua força por seguir adiante", declarou o prefeito de Verbania, citado pela imprensa.

Emma nasceu em 29 de novembro de 1899, quatro anos depois de os Irmãos Wright terem voado pela primeira vez. Sua vida cobriu duas guerras mundiais e mais de 90 governos italianos.

Em seu aniversário de 117 anos, comemorado em seu pequeno apartamento em Verbania, Morano disse que não teve uma vida muito fácil. "Trabalhei em uma fábrica até os 65 anos, depois, assunto encerrado".


Em uma entrevista ao jornal "La Stampa" concedida cinco anos atrás, ela contou que seu noivo morreu na Primeira Guerra Mundial e que depois foi obrigada a se casar com um homem que não amava.

"Ou você concorda em se casar comigo ou eu mato você", contou Emma, lembrando da proposta. "Eu tinha 26 anos. Casamos".

Não foi um casamento feliz. Eles tiveram um filho em 1937, mas o menino morreu com seis meses de idade e no ano seguinte Emma expulsou seu marido abusivo.

"Separei-me dele em 1938. Acho que fui uma das primeiras na Itália a fazê-lo".

Emma morava sozinha e já tinha perdido todos seus oito irmãos e irmãs, incluindo um que morreu aos 102 anos.


Mais lidas da semana 🔥

'Adoraria ouvir conselhos dela', diz Príncipe William sobre a mãe

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

Príncipe Harry revela que fez terapia para superar morte da mãe

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Eliana faz cerclagem uterina: entenda o que é o procedimento

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

Maju Coutinho é a nova apresentadora do Jornal Hoje

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada