Menino e cachorro com vitiligo se encontram e viram amigos

Com oito anos de idade, Carrie Blanchard foi diagnosticado com vitiligo, doença que altera a pigmentação da pele, e, desde então, sofre com a autoestima.


''Sua aparência estava mudando rapidamente. A primeira coisa que ele me disse quando entramos no carro foi que ele odiava o seu rosto'', disse Stephanie Adcock, mãe do garotinho, ao site norte-americano Bored Panda.


Foi aí que uma esperança surgiu: o labrador chamado Rowdy. O animal, que foi diagnosticado com a mesma doença de Carrie, foi como uma luz no fim do túnel para a mãe do menino, que fez questão de promover um encontro entre os dois.


Assim que se encontraram, a conexão entre os dois foi instantânea e, desde então, Carrie se tornou muito mais confiante e aprendeu a lidar melhor consigo mesmo.


Olha só que fofura esses dois juntos:



Mais lidas da semana 🔥

Mãe faz alerta após filha ter infecção causada por urina de cachorro na praia

Animação usa técnica única para contar a história de Van Gogh

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Emmanuel Macron está de olho em Marina Silva pela 2ª vez

Crianças autistas têm melhora após transplante de medula óssea

Os dez figurinos mais caros da história do cinema

Leandro Hassum faz montagem com pai morto – com quem não tem foto

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Mulher "viciada" em silicone e bronzeamento artificial fica irreconhecível