Menino e cachorro com vitiligo se encontram e viram amigos

Com oito anos de idade, Carrie Blanchard foi diagnosticado com vitiligo, doença que altera a pigmentação da pele, e, desde então, sofre com a autoestima.


''Sua aparência estava mudando rapidamente. A primeira coisa que ele me disse quando entramos no carro foi que ele odiava o seu rosto'', disse Stephanie Adcock, mãe do garotinho, ao site norte-americano Bored Panda.


Foi aí que uma esperança surgiu: o labrador chamado Rowdy. O animal, que foi diagnosticado com a mesma doença de Carrie, foi como uma luz no fim do túnel para a mãe do menino, que fez questão de promover um encontro entre os dois.


Assim que se encontraram, a conexão entre os dois foi instantânea e, desde então, Carrie se tornou muito mais confiante e aprendeu a lidar melhor consigo mesmo.


Olha só que fofura esses dois juntos:



Mais lidas da semana 🔥

'Adoraria ouvir conselhos dela', diz Príncipe William sobre a mãe

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

Príncipe Harry revela que fez terapia para superar morte da mãe

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Mãe faz alerta após filha ter infecção causada por urina de cachorro na praia

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada