Ídolo da Jovem Guarda, Jerry Adriani morre aos 70 anos

Famoso por interpretações de músicas como ''Doce, Doce Amor'', ''És Meu Amor'' e ''Querida'', que fizeram sucesso durante a Jovem Guarda, Jair Alves de Sousa, artisticamente conhecido como Jerry Adriani morreu na tarde deste domingo (23), aos 70 anos, no Hospital Vitória, no Rio, em decorrência de câncer.


A doença foi divulgada há duas semanas, sem dados sobre que órgãos estariam comprometidos, após o cantor ter sido hospitalizado em março com um quadro de trombose venosa profunda.

Adriani iniciou a carreira em 1964, cantando em italiano, e logo decolou. Foi apresentador de TV nos anos 1960 e atuou em filmes, além de fazer extensas turnês nacionais e internacionais.


O corpo do artista será velado e enterrado nesta segunda-feira (24), em horário ainda a confirmar, no Cemitério de São Francisco Xavier, no Centro do Rio de Janeiro.


Mais lidas da semana 🔥

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Marina Silva é a 1ª presidenciável a usar blockchain em financiamento de campanha

Legado de Amy Winehouse influencia cantores e impressiona especialistas

Criado por atrizes, conheça três coisas utilizadas até hoje

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia