Homens arrancam turbante de mulher negra em festa de formatura

Além de pedagoga, a jovem Dandara Tonantzin Castro é também uma ferrenha ativista contra o racismo. Ela é representante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial e diretora da União Estadual dos Estudantes de Minas Gerais (UEE-MG).


No último sábado (22), porém, ela passou por uma experiência lamentável: sofreu ataques explícitos na festa de formatura do curso de engenharia da UFU, a Universidade Federal de Uberlândia. Em seu perfil do Facebook, ela conta que, além de arrancarem à força o turbante que estava vestindo, também a xingaram e atiraram cerveja em seu corpo.

''Quase no fim da festa, já do lado de fora um cara branco puxou meu turbante forte. Eu disse para ele soltar e saí. Quando passei por ele novamente, sozinha, ele puxou pela segunda vez, e fiquei tão brava que gritei para ele não tocar no meu turbante. Ele acenou para os amigos virem, quando juntaram em uma rodinha um deles puxou o turbante da minha cabeça e jogou no chão. Quando fui catar, incrédula do que estava acontecendo, jogaram cerveja em mim'', conta. ''Saí desesperada para achar meus amigos. Sabia que se ficasse ali poderia até ter mais agressões físicas''.

''Me mantive forte muito tempo'', admite Dandara, ''mas o racismo é cruel. Minhas lágrimas estão molhando muito a tela do celular, só de pensar que estes e tantos outros passaram impunes''.


De acordo com o BuzzFeed Brasil, a pedagoga foi à polícia no domingo e registrou boletim de ocorrência por ''agressão física motivada por preconceito racial''. Ela também acionou advogados para processar os supostos agressores e deverá prestar queixa também no Ministério Público Federal (MPF).

Mais lidas da semana 🔥

Aretha Franklin, ''rainha do soul'', morre aos 76 anos

Maioria entre indecisos, mulheres devem definir eleição presidencial

4 livros para tratar temas difíceis com seus filhos

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

'Sobrevivi a quatro sentenças de morte'

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

Marina Silva é a 1ª presidenciável a usar blockchain em financiamento de campanha

Legado de Amy Winehouse influencia cantores e impressiona especialistas

Criado por atrizes, conheça três coisas utilizadas até hoje

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia