Estudante é punido pela escola após raspar cabeça para ação de caridade

O estudante Taylor Jones, de 15 anos, foi isolado de outros alunos após raspar a cabeça para arrecadar fundos para uma instituição que dá suporte a pessoas com câncer.


O diretor do Launceston College, Bryan Maywood, afirmou, em entrevista ao britânico "Cornwall Live", que estava ciente da ideia do menino, mas que o corte de cabelo feito por ele "não estava dentro das expectativas da escola".

Punido, Taylor foi orientado a ficar isolado na escola até que seu cabelo chegue a um "comprimento aceitável". "Eles me colocaram na sala de exclusão por ter feito um 'corte de cabelo extremo'", conta o aluno. "Eles me disseram que eu deveria ficar ali até crescer de volta".

Muito insatisfeito, o pai do menino, Nick Jones, classificou a ação como "ditatorial". "Ele tem quase 16 anos, então tentar ditar qual deve ser o comprimento do cabelo dele é um pouco ridículo", defende. "Eles estão basicamente dizendo que ser careca não é um estilo aceitável".


A decisão da escola também foi muito criticada nas redes sociais, principalmente porque o adolescente foi motivado pela vontade de ajudar pessoas. "Absolutamente ridículo. Ele fez isso por uma boa causa. Como um corte de cabelo irá afetar a aprendizagem?", comentou um internauta.

Até agora, a campanha de Taylor arrecadou 769 libras (o equivalente a 3 mil reais) para a caridade.


* Reportagem com informações do [Cornwall Live]


Mais lidas da semana 🔥

Freddie Mercury aparece com último namorado em fotos raras

Emmanuel Macron está de olho em Marina Silva pela 2ª vez

Brian May diz que Freddie Mercury perdeu parte do pé

Os dez figurinos mais caros da história do cinema

Homem atira na ex-mulher e contra si dentro de ônibus em Lages

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Após pressão de Marina, Bolsonaro volta atrás e diz que não acabará com Ministério do Meio Ambiente

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada

Mulher "viciada" em silicone e bronzeamento artificial fica irreconhecível

Uma noite de 'MasterChef' com JB, o crítico mais crítico da gastronomia