Artistas da nova cena musical revisitam repertório do Skank em coletânea

O que começou como uma despretensiosa banda mineira que misturava ritmos latinos e um bocado de referências que nunca tinham tocado nas rádios do Brasil acabou se tornando um dos grupos mais populares da música nacional. Embora mantenha o espírito jovem, o Skank já completou 25 anos de estrada – e agora músicos que cresceram ouvindo o som deles se reúnem para homenageá-los.


Foi anunciada no fim do mês passado a criação da coletânea ''Dois Lados'', produzida pelo site Scream&Yell – que já homenageou nomes como Milton Nascimento e Los Hermanos com projetos semelhantes.

O disco conta com a participação de 34 artistas, de 15 estados brasileiros. A lista ainda inclui novos queridinhos da música nacional, como Ana Vitória, As Bahias e outros.

''Acredito que o Brasil vive um dos seus melhores momentos em se tratando de música, e o intuito do disco também é estimular o interesse em conhecer essa nova turma e, ao mesmo tempo, perpetuar o legado do Skank a partir de releituras'', diz o produtor da coletânea, Pedro Ferreira.


A produção do disco começou em janeiro e atualmente as gravações estão recebendo os toques finais. O álbum será disponibilizado para download gratuito, a partir de junho desse ano.


Mais lidas da semana 🔥

'Adoraria ouvir conselhos dela', diz Príncipe William sobre a mãe

Irmão de Suzane von Richthofen vivia longe dos holofotes e cogitou deixar o país

Príncipe Harry revela que fez terapia para superar morte da mãe

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Eliana faz cerclagem uterina: entenda o que é o procedimento

Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

Maju Coutinho é a nova apresentadora do Jornal Hoje

Biólogo Richard Rasmussen é acusado de pagar para matarem botos em reportagem

'Três Espiãs Demais' entra para o catálogo da Netflix

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada