Enterro de namorado de vítima de estupro é marcado por revolta no Piauí

O clima entre moradores do município de Uruçuí, localizado na região sul do Piauí, é de revolta com o crime brutal ocorrido contra uma adolescente com seis meses de gestação e o namorado dela, que foram atacados por três adolescentes, na madrugada desta quarta-feira (3). A adolescente foi estuprada e o namorado Flaviano Marinho da Silva, 19, morto a golpes de faca.


A polícia apreendeu os três suspeitos e eles aguardam decisão judicial para serem transferidos para o Centro Educacional Masculino, em Teresina. Dois adolescentes têm 16 anos e o terceiro, 13 anos. Os menores foram autuados em flagrante acusados de estupro e latrocínio (roubo seguido de morte). A polícia tem dez dias para concluir o inquérito.

Durante o velório e enterro de Silva, ocorrido na tarde de quinta-feira (4), familiares e amigos contaram que estão revoltados com a brutalidade do crime. Dezenas de pessoas foram ao enterro e protestaram pedindo punição aos acusados. Moradores de Uruçuí, ao saber que os acusados foram apreendidos, fazem plantão na frente do prédio da delegacia cobrando Justiça.

''Meu sentimento é de muita tristeza de ver meu irmão daquele jeito, pai do meu sobrinho, assassinado covardemente. Peço Justiça ao promotor, juiz, delegado, a força máxima, para não deixar mais aqueles meninos fazerem aquilo com o filho de ninguém mais porque estamos sofrendo. Não quero que aconteça mais e peço Justiça. Isso é uma covardia que fizeram com meu sobrinho'', disse o tio da vítima, Givaldo Antônio Marinho, em entrevista.

Givaldo disse que o sobrinho ''era um menino obediente, amigo e respeitador'' e nunca teve problemas com ninguém. ''Era calmo e todos os vizinhos compareceram no velório porque era uma pessoa muito boa'', disse emocionado.

Familiares e amigos do casal estão organizando uma caminhada no próximo domingo (7) para pedir paz na cidade e Justiça para as vítimas do crime. A concentração será às 7h, na praça da Câmara de Vereadores, de onde os participantes seguirão até a Igreja da Matriz, onde ocorrerá uma missa em memória de Flaviano.

O crime

A adolescente e o namorado Flaviano estavam em uma moto passando pela ponte do rio Parnaíba quando foram abordados pelos três adolescentes, segundo a polícia. O casal foi imobilizado pelo grupo e em seguida dois adolescentes estupraram a grávida. O namorado dela presenciou o estupro e depois foi assassinado por dois dos três adolescentes a golpes de faca. O corpo dele foi arremessado no rio.


Em depoimento, a garota relatou que ficou em poder dos acusados do crime por cerca de uma hora. Apesar de estar machucada, a adolescente conseguiu sair do local, encontrou uma guarnição da Polícia Militar (PM) e foi socorrida para o hospital regional Dirceu Arcoverde, em Uruçui. Até às 22h desta sexta-feira (5), a adolescente não deu entrada na maternidade Dona Evangelina Rosa para ser atendida pela equipe do Serviço de Apoio à Mulher Vítima de Violência Sexual.

Cerca de duas horas depois, os acusados do crime foram apreendidos e confessaram os crimes a polícia. Entretanto, a Polícia Civil (PC) informou que eles acusam uns aos outros dos crimes. Os acusados são residentes no município de Benedito Leite (MA), município vizinho a Uruçuí.

Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

Sequestrado em maternidade, Pedrinho é advogado de Aécio Neves

Netflix vai tirar do catálogo séries famosas da TV; veja quais

Internada aos 5 meses de gravidez, Eliana tem avaliação diária

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

Vacina contra a gripe é liberada para toda a população