Conta de luz fica mais barata em junho, diz Aneel

As contas de luz ficarão mais baratas em junho por causa da volta da bandeira tarifária verde. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (26) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por causa do aumento do nível dos reservatórios. Com isso, a tarifa de energia deixará de ter cobrança adicional pelo uso das usinas termelétricas, que está em vigor há três meses.


O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o país para tomar uma decisão. O aumento das chuvas em maio levou a uma recuperação dos níveis das represas das hidrelétricas, contribuindo para a redução do custo da energia. A diminuição do consumo também contribuiu para a revisão da bandeira tarifária.


De acordo com a Aneel, o custo da usina termelétrica mais cara a ser acionada no mês que vem será de 155,85 reais por megawatt-hora (MWh). A bandeira verde é acionada quando a energia gerada por elas fica abaixo de 211,28 reais por MWh.

A cobrança extra está em vigor desde março deste ano, quando foi instituída a bandeira amarela. Essa classificação adiciona uma taxa de 2,00 reais para cada 100 quilowatt-hora consumidos. Nos meses de abril e maio, vigorou a bandeira vermelha, em seu primeiro nível, o que adicionava uma taxa de 3,00 reais a cada 100 kWh.

Mais lidas da semana 🔥

Celesc abre inscrição de concurso público com salários de até R$ 4,3 mil

Descobrimos a origem das imagens da moça que entra no bueiro

Saiba quem é sua alma gêmea de acordo com o seu signo

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Cientistas descobrem por que comer fibras faz bem à saúde

Noiva com alopecia emociona convidados com sua confiança

Brian May diz que Freddie Mercury perdeu parte do pé

Mulher "viciada" em silicone e bronzeamento artificial fica irreconhecível

Médicos acreditam que cura do HIV virá até 2020

Maju Coutinho é a nova apresentadora do Jornal Hoje