Aécio Neves tentou barrar Lava Jato, mostra gravação de Joesley Batista

Alvo de um pedido de prisão negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece em uma das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS S.A. e delator premiado, dizendo ''trabalhar igual um louco'' em tentativas de anistiar o caixa dois no Congresso e fala de estratégias para obstruir a Operação Lava Jato no Ministério da Justiça. O conteúdo do diálogo foi antecipado pelo site BuzzFeed nesta quinta-feira (18).


Em outra gravação feita por Joesley, revelada ontem pelo jornal O Globo, Aécio pede 2 milhões de reais ao empresário sob a justificativa de custear sua defesa na Lava Jato. Nesta quinta-feira, Andréa Neves e Frederico Pacheco de Medeiros, irmã e primo de Aécio, também citados na delação da JBS, foram presos pela Polícia Federal (PF). O senador se licenciou da presidência do PSDB.


Veja abaixo o diálogo entre Aécio Neves e Joesley Batista sobre caixa dois e obstrução da Lava Jato:


Mais lidas da semana 🔥

Sisu abre inscrições para o 2º semestre

Conheça o criador do jogo Baleia Azul

'A Cabana' é acusado de heresia por parte dos evangélicos

Emmanuel Macron é eleito presidente da França

Pai mata filha de 11 meses e comete suicídio ao vivo no Facebook

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Gripe: vacina, sintomas e tratamento