Aécio Neves tentou barrar Lava Jato, mostra gravação de Joesley Batista

Alvo de um pedido de prisão negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece em uma das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS S.A. e delator premiado, dizendo ''trabalhar igual um louco'' em tentativas de anistiar o caixa dois no Congresso e fala de estratégias para obstruir a Operação Lava Jato no Ministério da Justiça. O conteúdo do diálogo foi antecipado pelo site BuzzFeed nesta quinta-feira (18).


Em outra gravação feita por Joesley, revelada ontem pelo jornal O Globo, Aécio pede 2 milhões de reais ao empresário sob a justificativa de custear sua defesa na Lava Jato. Nesta quinta-feira, Andréa Neves e Frederico Pacheco de Medeiros, irmã e primo de Aécio, também citados na delação da JBS, foram presos pela Polícia Federal (PF). O senador se licenciou da presidência do PSDB.


Veja abaixo o diálogo entre Aécio Neves e Joesley Batista sobre caixa dois e obstrução da Lava Jato:


Mais lidas da semana 🔥

Abacaxi deixado em exposição engana público e é confundido com obra de arte

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Avó faz manta para neto mas detalhe 'indecente' chama atenção

WhatsApp lança ótima atualização para quem ama enviar áudios

Prefeito de vilarejo italiano oferece € 2 mil para que pessoas se mudem para o local

Escolas iniciam 'caça à baleia azul'; fique atento aos sinais

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Guia prático do chá: o que você precisa saber sobre a bebida

'Tenho aids, engravidei e meu filho não foi infectado'

'A Força do Querer' bate recorde de audiência com prisão