Aécio Neves tentou barrar Lava Jato, mostra gravação de Joesley Batista

Alvo de um pedido de prisão negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o senador Aécio Neves (PSDB-MG) aparece em uma das gravações feitas pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS S.A. e delator premiado, dizendo ''trabalhar igual um louco'' em tentativas de anistiar o caixa dois no Congresso e fala de estratégias para obstruir a Operação Lava Jato no Ministério da Justiça. O conteúdo do diálogo foi antecipado pelo site BuzzFeed nesta quinta-feira (18).


Em outra gravação feita por Joesley, revelada ontem pelo jornal O Globo, Aécio pede 2 milhões de reais ao empresário sob a justificativa de custear sua defesa na Lava Jato. Nesta quinta-feira, Andréa Neves e Frederico Pacheco de Medeiros, irmã e primo de Aécio, também citados na delação da JBS, foram presos pela Polícia Federal (PF). O senador se licenciou da presidência do PSDB.


Veja abaixo o diálogo entre Aécio Neves e Joesley Batista sobre caixa dois e obstrução da Lava Jato:


Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Mãe de menina de 8 anos vítima de ataque em Manchester ainda não sabe que filha morreu

Leandro Hassum faz montagem com pai morto – com quem não tem foto

Filho agressor fazia empréstimos em nome da mãe aposentada

Com gravidez de risco, Eliana se afasta da TV: 'Dúvidas e medo'

Cachorro de Kid Vinil ficará com o companheiro do cantor

Globo investe em estratégia para salvar Ibope da trama das 11

Morador de rua que ajudou vítimas de Manchester ganha casa

Modelo é condenada por selfie que expõe idosa nua em vestiário

Crianças autistas têm melhora após transplante de medula óssea