STF deve julgar nesta terça se goleiro Bruno vai continuar em liberdade

O Supremo deve julgar nesta terça-feira (25) o mérito do habeas corpus pedido pelo goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza.


A Primeira Turma vai analisar se mantém a decisão liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mendes de Farias Mello ou revoga a soltura. O goleiro deixou a cadeia em 24 de fevereiro depois que o ministro aceitou um pedido de soltura feito pelos advogados dele.

Bruno ficou preso por seis anos e sete meses, desde julho de 2010, após ser apontado como mandante do sequestro, cárcere privado e morte de Eliza Silva Samúdio, em junho daquele ano.

Ele foi condenado em júri popular a 22 anos e três meses de cadeia.

Os defensores citam o excesso de prazo na apreciação do habeas corpus contra a sua prisão preventiva.

Ao conceder a soltura, o ministro Marco considerou que, ao se negar ao réu o direito de recorrer em liberdade, a condenação foi antecipada, sendo o clamor social ''insuficiente a respaldar a preventiva''.

Polêmica

O advogado criminalista Flávio Cardoso defende o princípio da razoabilidade e diz que, de fato, o Tribunal de Justiça demora muito para analisar recursos.

Para o promotor de Justiça e professor da Universidade Damásio de Jesus, Luiz Mileo, há justificativa na lei penal para a prisão de Bruno.

[A Primeira Turma do Supremo é composta pelos ministros Marco Aurélio, Luiz Fux, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes, que é o relator deste processo.]


Na última semana, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot Monteiro de Barros, encaminhou um parecer ao STF pedindo a revogação da decisão que libertou o goleiro Bruno.

Entre os argumentos, o procurador destaca que há orientação da Suprema Corte de que não é possível apresentar habeas corpus contra uma decisão tomada por outro ministro de tribunal superior.

Isso porque Bruno já teve um habeas corpus negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).


* Atualização: STF decide que goleiro Bruno deve voltar para a prisão

Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

Netflix vai tirar do catálogo séries famosas da TV; veja quais

Internada aos 5 meses de gravidez, Eliana tem avaliação diária

Coreia do Norte exibe mísseis e aumenta rumor de ataque nuclear

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Fátima Bernardes quebra silêncio sobre o contrato com a Friboi