Negação é quase regra entre os políticos que serão investigados pelo STF


Após as delações no âmbito da Operação Lava Jato, o Cultura Coletiva analisou as notas divulgadas por 72 dos 98 políticos citados; o restante não se pronunciou.

As palavras "não", "nunca" e "jamais", por exemplo, são citadas por mais de 70% dos investigados.

Entre as justificativas, são comuns expressões como "tenho minha consciência tranquila", "estou à disposição da Justiça" e "segui a legislação".

Os políticos ainda garantem que pensaram nos interesses coletivos e reclamam do fato de não terem acesso às denúncias contra eles.


Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Sequestrado em maternidade, Pedrinho é advogado de Aécio Neves

Morre Kid Vinil, aos 62 anos, precursor do punk rock

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Internada aos 5 meses de gravidez, Eliana tem avaliação diária

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

Netflix vai tirar do catálogo séries famosas da TV; veja quais

5 coisas que as mães de autistas gostariam que você soubesse