Mulher mais obesa do mundo perde 250 kg após cirurgia

A mulher egípcia considerada até recentemente como a mais obesa do mundo perdeu metade de seu peso, 250 quilos, em dois meses de tratamento na Índia, anunciaram seus médicos.


Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, pesava meia tonelada ao chegar a Mumbai em fevereiro. A mulher sofre de elefantíase, uma doença que causa inchaço dos membros e de outras partes do corpo.

Confinada a viver na cama, foi submetida a uma cirurgia em março. Em fotos divulgadas pelo Hospital Saifee a paciente aparece mais disposta e sorrindo.


"É uma versão mais feliz e mais magra de si mesma. Agora pode se sentar em uma cadeira de rodas e permanecer sentada durante bastante tempo, algo que nem sequer sonhava há três meses", declarou em um comunicado sua equipe médica, anunciando a perda de 250 kg.

A história desta mulher, que estava há 25 anos sem sair de casa, rodou o mundo e comoveu um cirurgião indiano que se ofereceu para operá-la.

Abd El Aty teve muitas dificuldades para chegar à Índia por causa de sua saúde precária e porque as companhias aéreas não queriam aceitá-la. Finalmente, foi transferida em um avião especial.


A mulher tem perdido gradualmente peso desde que chegou à Índia em meados de fevereiro graças a operação e a um regime líquido.


As operações de redução de peso são cada vez mais frequentes na Índia, onde a obesidade está aumentando, especialmente em áreas urbanas.

A mulher mais obesa do mundo é agora a norte-americana Pauline Potter, que em julho foi inscrita no Livro Guinness de Recordes com 293 kg.


Mais lidas da semana 🔥

Sisu abre inscrições para o 2º semestre

Conheça o criador do jogo Baleia Azul

'A Cabana' é acusado de heresia por parte dos evangélicos

Emmanuel Macron é eleito presidente da França

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Pai mata filha de 11 meses e comete suicídio ao vivo no Facebook

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Gripe: vacina, sintomas e tratamento