Menino e cachorro com vitiligo se encontram e viram amigos

Com oito anos de idade, Carrie Blanchard foi diagnosticado com vitiligo, doença que altera a pigmentação da pele, e, desde então, sofre com a autoestima.


''Sua aparência estava mudando rapidamente. A primeira coisa que ele me disse quando entramos no carro foi que ele odiava o seu rosto'', disse Stephanie Adcock, mãe do garotinho, ao site norte-americano Bored Panda.


Foi aí que uma esperança surgiu: o labrador chamado Rowdy. O animal, que foi diagnosticado com a mesma doença de Carrie, foi como uma luz no fim do túnel para a mãe do menino, que fez questão de promover um encontro entre os dois.


Assim que se encontraram, a conexão entre os dois foi instantânea e, desde então, Carrie se tornou muito mais confiante e aprendeu a lidar melhor consigo mesmo.


Olha só que fofura esses dois juntos:



Mais lidas da semana 🔥

Abacaxi deixado em exposição engana público e é confundido com obra de arte

Avó faz manta para neto mas detalhe 'indecente' chama atenção

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

WhatsApp lança ótima atualização para quem ama enviar áudios

Prefeito de vilarejo italiano oferece € 2 mil para que pessoas se mudem para o local

Tom Cruise indomável: ator confirma sequência de 'Top Gun'

Guia prático do chá: o que você precisa saber sobre a bebida

Modelo é condenada por selfie que expõe idosa nua em vestiário

Pippa Middleton se casa e sobrinhos participam de cerimônia

Coreia do Norte diz estar pronta para ir à guerra se Trump quiser