Ídolo da Jovem Guarda, Jerry Adriani morre aos 70 anos

Famoso por interpretações de músicas como ''Doce, Doce Amor'', ''És Meu Amor'' e ''Querida'', que fizeram sucesso durante a Jovem Guarda, Jair Alves de Sousa, artisticamente conhecido como Jerry Adriani morreu na tarde deste domingo (23), aos 70 anos, no Hospital Vitória, no Rio, em decorrência de câncer.


A doença foi divulgada há duas semanas, sem dados sobre que órgãos estariam comprometidos, após o cantor ter sido hospitalizado em março com um quadro de trombose venosa profunda.

Adriani iniciou a carreira em 1964, cantando em italiano, e logo decolou. Foi apresentador de TV nos anos 1960 e atuou em filmes, além de fazer extensas turnês nacionais e internacionais.


O corpo do artista será velado e enterrado nesta segunda-feira (24), em horário ainda a confirmar, no Cemitério de São Francisco Xavier, no Centro do Rio de Janeiro.


Mais lidas da semana 🔥

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Uma noite de 'MasterChef' com JB, o crítico mais crítico da gastronomia

Sisu abre inscrições para o 2º semestre

Filme ''Anastasia'' se torna musical na Broadway

Mãe faz alerta após filha ter infecção causada por urina de cachorro na praia

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Taiwan aprova emenda que proíbe consumo de carne de cães e gatos

25 fatos curiosos sobre Psicologia