Ídolo da Jovem Guarda, Jerry Adriani morre aos 70 anos

Famoso por interpretações de músicas como ''Doce, Doce Amor'', ''És Meu Amor'' e ''Querida'', que fizeram sucesso durante a Jovem Guarda, Jair Alves de Sousa, artisticamente conhecido como Jerry Adriani morreu na tarde deste domingo (23), aos 70 anos, no Hospital Vitória, no Rio, em decorrência de câncer.


A doença foi divulgada há duas semanas, sem dados sobre que órgãos estariam comprometidos, após o cantor ter sido hospitalizado em março com um quadro de trombose venosa profunda.

Adriani iniciou a carreira em 1964, cantando em italiano, e logo decolou. Foi apresentador de TV nos anos 1960 e atuou em filmes, além de fazer extensas turnês nacionais e internacionais.


O corpo do artista será velado e enterrado nesta segunda-feira (24), em horário ainda a confirmar, no Cemitério de São Francisco Xavier, no Centro do Rio de Janeiro.


Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Sequestrado em maternidade, Pedrinho é advogado de Aécio Neves

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

Netflix vai tirar do catálogo séries famosas da TV; veja quais

Internada aos 5 meses de gravidez, Eliana tem avaliação diária

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

Vacina contra a gripe é liberada para toda a população