Homens arrancam turbante de mulher negra em festa de formatura

Além de pedagoga, a jovem Dandara Tonantzin Castro é também uma ferrenha ativista contra o racismo. Ela é representante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial e diretora da União Estadual dos Estudantes de Minas Gerais (UEE-MG).


No último sábado (22), porém, ela passou por uma experiência lamentável: sofreu ataques explícitos na festa de formatura do curso de engenharia da UFU, a Universidade Federal de Uberlândia. Em seu perfil do Facebook, ela conta que, além de arrancarem à força o turbante que estava vestindo, também a xingaram e atiraram cerveja em seu corpo.

''Quase no fim da festa, já do lado de fora um cara branco puxou meu turbante forte. Eu disse para ele soltar e saí. Quando passei por ele novamente, sozinha, ele puxou pela segunda vez, e fiquei tão brava que gritei para ele não tocar no meu turbante. Ele acenou para os amigos virem, quando juntaram em uma rodinha um deles puxou o turbante da minha cabeça e jogou no chão. Quando fui catar, incrédula do que estava acontecendo, jogaram cerveja em mim'', conta. ''Saí desesperada para achar meus amigos. Sabia que se ficasse ali poderia até ter mais agressões físicas''.

''Me mantive forte muito tempo'', admite Dandara, ''mas o racismo é cruel. Minhas lágrimas estão molhando muito a tela do celular, só de pensar que estes e tantos outros passaram impunes''.


De acordo com o BuzzFeed Brasil, a pedagoga foi à polícia no domingo e registrou boletim de ocorrência por ''agressão física motivada por preconceito racial''. Ela também acionou advogados para processar os supostos agressores e deverá prestar queixa também no Ministério Público Federal (MPF).

Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Coreia do Norte exibe mísseis e aumenta rumor de ataque nuclear

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

Fátima Bernardes quebra silêncio sobre o contrato com a Friboi

Ministério da Saúde não recomenda polvos de crochê para bebês

''Eu sou a pedra no sapato do Bruno'', diz mãe de Eliza Samúdio

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima