Ela fez 800 borboletas de papel em memória da avó

Depois de perder a avó há um mês, sem nem ter porque, Maria A. Aristidou começou a cortar papéis e fazer uma arte para transformá-los em borboletas. Isso foi muito terapêutico para a jovem, como ela contou ao site Bored Panda. ''Durante esse processo, eu me senti livre para poder chorar, rir e relembrar os momentos em que passamos juntas. A partir de então, eu tinha 800 borboletas e precisava compartilha-las com o mundo'', disse. Ela abriu um estúdio em dezembro, de 2016, na sua própria casa e teve a ideia de usar as borboletas para honrar a memória de sua avó, avô e pai, mostrando a importância do legado deles em sua vida.


Cada uma das borboletas é desenhada, pintada e moldada minuciosamente pelas mãos de Maria. O resultado lindo disso estão nessas fotos:







Mais lidas da semana 🔥

Abacaxi deixado em exposição engana público e é confundido com obra de arte

Avó faz manta para neto mas detalhe 'indecente' chama atenção

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

WhatsApp lança ótima atualização para quem ama enviar áudios

Prefeito de vilarejo italiano oferece € 2 mil para que pessoas se mudem para o local

Tom Cruise indomável: ator confirma sequência de 'Top Gun'

Guia prático do chá: o que você precisa saber sobre a bebida

Modelo é condenada por selfie que expõe idosa nua em vestiário

Pippa Middleton se casa e sobrinhos participam de cerimônia

Coreia do Norte diz estar pronta para ir à guerra se Trump quiser