'Chegou a hora de partir', diz Peter Capaldi às vésperas de deixar 'Doctor Who'

Após três anos, o ator britânico Peter Capaldi se despede de ''Doctor Who'' e conta em entrevista ao Boas Escolhas Inc. porque decidiu deixar o icônico personagem na 10ª temporada da série, que estreia domingo (16), às 20h, no canal SyFy.


Esta é sua última temporada. Como você se sente?

Triste, porque foi uma grande experiência. Adoro as pessoas com quem trabalho, vou sentir muita falta delas. Adorei ser 'Doctor Who'. Foi uma grande experiência, mas chega um momento em que é hora de partir.

[O produtor] Steven Moffat e você sabiam desde o início que esta seria sua última temporada?

Não, pois decidi sobre isso somente na metade da série. Tinha um contrato de três anos e queriam que eu continuasse, então tive que tomar uma decisão. Evitei a questão ao máximo, mas chegou um ponto em que eles precisavam saber, já que teriam que criar outro personagem.

O que o levou a tomar essa decisão?

Estou fazendo esse papel há três anos. Curti muito esta temporada, mas sabia que seria cada vez mais difícil encontrar novas maneiras de interpretar o personagem. Como ator, quero manter as coisas vigorosas e vivas. Minha preocupação, caso continuasse, era de ficar sem ideias. Na televisão, as pessoas querem que você siga fazendo sempre o mesmo, por isso chega um momento em que você já não tenta inovar, e eu não queria forçar isso. Quando estou na tela quero dar o melhor de mim, não queria abrir mão disso.

O que você pode contar sobre a próxima regeneração do Doutor?

Bem, tenho algumas ideias sobre isso e já as apresentei às autoridades (risos). Estamos fazendo algo que vai ser um pouco diferente do que já se viu, mas realmente não posso falar mais.


Que tipo de Doutor você gostaria de ver na próxima temporada?

Já disse várias vezes que Frances de la Tour é uma atriz maravilhosa e adoraria que ela fosse o personagem. Mas, na realidade, não depende de mim. Sei que quem for será maravilhoso e se sairá muito bem. Desejo-lhe muito boa sorte e espero que se divirta tanto quanto eu.

Qual é a dinâmica entre o Doutor e sua nova ajudante, Bill Potts (Pearl Mackie)?

Bill não sabe nada do mundo do Doutor nem sobre TARDIS, Daleks, naves espaciais… nada. Ele tem que ensinar-lhe tudo, mas vê nela um grande potencial. Além disso, Bill não tem medo das coisas que acontecem com ela ou com o que o 'Doctor Who' lhe revela – e creio que ele gosta disso. Pearl é um pouco como Bill… não sabia muito sobre a série. É genial, é uma novidade revigorante e agradável.

Qual foi a melhor parte de interpretar um personagem tão icônico?

Acordar de manhã e pensar: ''Sou o 'Doctor Who' e hoje vou explorar alguns monstros!''. É algo difícil de descrever… se entro em um lugar, as crianças se surpreendem e ficam boquiabertas, e essa é uma experiência muito bonita. Ser 'Doctor Who' é o melhor de ser 'Doctor Who', porque você se transforma nele para aqueles a seu redor. Além disso, é assustadoramente fácil fazê-lo, porque todos acreditam em você. Tudo o que é preciso é sorrir. O 'Doctor Who' é um personagem amável. O meu Doutor, em particular, é um pouco distante e afiado, mas, na verdade, é muito amável – e esse é o ethos da série.

Você vai continuar assistindo ao programa?

Ah, sim! Adoro. Tenho muita curiosidade para saber o que vai acontecer. Acho que vai ser genial.


Mais lidas da semana 🔥

Sisu abre inscrições para o 2º semestre

Conheça o criador do jogo Baleia Azul

'A Cabana' é acusado de heresia por parte dos evangélicos

Emmanuel Macron é eleito presidente da França

Pai mata filha de 11 meses e comete suicídio ao vivo no Facebook

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Gripe: vacina, sintomas e tratamento