Casal de judeus cede espaço em assento para mãe muçulmana em metrô e foto viraliza

Uma imagem registrada no metrô de Nova York, nos Estados Unidos, no último domingo de páscoa, vem deixando internautas impressionados e rapidamente viralizou ao mostrar o que, ao primeiro momento, parece ser uma cena comum. Nela, uma mãe foi clicada dando de mamar para seu bebê enquanto um casal está sentado ao seu lado.


Registrado pelo americano Jackie Summers, de 49 anos, morador do Brooklyn, a cena mostrou judeus sentados juntos com uma mãe islâmica e levantou questões sobre o atual cenário internacional de intolerância política e religiosa

"Um taoista, no caso eu, desiste de seu assento para que um casal de judeus pudesse se sentar juntos. Eles se afastam para que uma mãe muçulmana pudesse sentar e amamentar seu bebe. Isso é a América: pessoas deixando outras pessoas serem pessoas", escreveu o americano na legenda que acompanhou a publicação. Desde que foi postada, a imagem já foi compartilhada mais de 70 mil vezes e recebeu quase 100 mil curtidas.


Apesar da repercussão positiva do clique, Summers confessou em sua conta no Twitter que chegou a receber e-mails com mensagens de ódio e mesmo ameaças de morte. "Por volta de 100 mil pessoas de todo o mundo compartilharam ou curtiram a publicação no Facebook. No Twitter teve um milhão de impressões. Eu recebi cerca de duas dúzias de e-mails odiosos e ameaças de morte. Isso é uma proporção com a qual eu posso viver", escreveu na rede social.


Ao canal de notícias norte-americano "PIX11 News", Jackie comentou ainda a imagem e afirmou que a cena deveria ser mais comum. "Eu acho que existem pessoas que são ameaçadas pela ideia de que pessoas oprimidas podem trabalhar juntas para resolver problemas. Se nós trabalhássemos juntos, nós seríamos imparáveis e isso perturba algumas pessoas", completou.

Mais lidas da semana 🔥

Homem que agrediu a própria mãe idosa é preso após repercussão de vídeos

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Escapei de um marido violento, mas vi minha filha morrer nas mãos do goleiro Bruno

Internada aos 5 meses de gravidez, Eliana tem avaliação diária

Sequestrado em maternidade, Pedrinho é advogado de Aécio Neves

O ''jogo da baleia azul'' e a tragédia de Maria de Fátima

Roger Moore, ator de '007', morre aos 89 anos

'13 Reasons Why': 2ª temporada vai mostrar outros pontos de vista

Netflix vai tirar do catálogo séries famosas da TV; veja quais

Fátima Bernardes quebra silêncio sobre o contrato com a Friboi