Artistas da nova cena musical revisitam repertório do Skank em coletânea

O que começou como uma despretensiosa banda mineira que misturava ritmos latinos e um bocado de referências que nunca tinham tocado nas rádios do Brasil acabou se tornando um dos grupos mais populares da música nacional. Embora mantenha o espírito jovem, o Skank já completou 25 anos de estrada – e agora músicos que cresceram ouvindo o som deles se reúnem para homenageá-los.


Foi anunciada no fim do mês passado a criação da coletânea ''Dois Lados'', produzida pelo site Scream&Yell – que já homenageou nomes como Milton Nascimento e Los Hermanos com projetos semelhantes.

O disco conta com a participação de 34 artistas, de 15 estados brasileiros. A lista ainda inclui novos queridinhos da música nacional, como Ana Vitória, As Bahias e outros.

''Acredito que o Brasil vive um dos seus melhores momentos em se tratando de música, e o intuito do disco também é estimular o interesse em conhecer essa nova turma e, ao mesmo tempo, perpetuar o legado do Skank a partir de releituras'', diz o produtor da coletânea, Pedro Ferreira.


A produção do disco começou em janeiro e atualmente as gravações estão recebendo os toques finais. O álbum será disponibilizado para download gratuito, a partir de junho desse ano.


Mais lidas da semana 🔥

Ela se vestiu de homem para viajar livremente no século 19

12 séries que são verdadeiras joias escondidas na Netflix

Bronquiolite: 10 perguntas e respostas sobre a doença

Uma noite de 'MasterChef' com JB, o crítico mais crítico da gastronomia

Sisu abre inscrições para o 2º semestre

Filme ''Anastasia'' se torna musical na Broadway

Mãe faz alerta após filha ter infecção causada por urina de cachorro na praia

Dono de bicicleta condena tatuagem em testa de adolescente: 'Não consegui dormir'

Taiwan aprova emenda que proíbe consumo de carne de cães e gatos

25 fatos curiosos sobre Psicologia